Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog
14 octubre 2014 2 14 /10 /octubre /2014 22:27

 

Na Hidrelétrica de Gafanhoto corre um filete de água: produção ontem era de apenas meio megawatt/hora

Na Hidrelétrica de Gafanhoto corre um filete de água: produção ontem era de apenas meio megawatt/hora

Las pequeñas centrales hidroeléctricas "secas" en Minas Gerais
La sequía prolongada golpea la operatividad de las pequeñas centrales hidroeléctricas (PCH) y como consecuencia la producción de energía generada por ellas ahora se limitan a sólo el 20% de la capacidad del sistema. La PCH Cajuru tuvo que ser cerrada
Con una participación todavía modesta, pero prometedora, en la matriz energética brasileña, las pequeñas hidroeléctricas (PCH) sufren tanto o más que las grandes con la sequía.
El bajo caudal de agua llevó a la paralización de la PCH principal de la Compañía Energética de Minas Gerais (Cemig), la Usins de Cajuru, Río Pará, en Divinópolis, en el centro-oeste del Estado, afectando también a la Hidrelétrica de Gafanhoto que al 13 de octubre de 2014 operaba generando sólo 1/2Mw/h, lo que equivale al 3,5% de su capacidad de generación. En todo el estado de Minas Gerais, que tiene 99  pequeñas plantas hidroeléctricas, el mayor número en el Brasil, la producción se limita al 20% de lo que estos complejos hidroenergéticos podrían proporcionar al sistema eléctrico, debido al castigo impuesto por la prolongada sequía. . Continue lendo… 'Pequenas hidrelétricas ‘secam’ em Minas'»

 


Pequenas hidrelétricas ‘secam’ em Minas

 

Estiagem prolongada atinge as PCHs do estado e a produção de energia gerada por elas agora está limitada a apenas 20% da capacidade do sistema. Usina de Cajuru teve de ser desligada

Marta Vieira – Estado de Minas

 

Donas de uma fatia ainda modesta, mas promissora, da matriz energética brasileira, as pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) sofrem tanto ou mais que as grandes usinas com a seca. A baixa vazão de água levou ao desligamento da principal PCH mantida pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), a Usina de Cajuru, no Rio Pará, em Divinópolis, no Centro-Oeste do estado, sacrificando também, a jusante, a Hidrelétrica de Gafanhoto que operava ontem, só meio megawatt/hora, o equivalente a 3,5% da sua capacidade de geração. Em todo o estado, que detém 99 pequenas usinas, maior número no país, a produção está limitada a até 20% do que esses empreendimentos poderiam oferecer ao sistema elétrico por força do castigo imposto pela estiagem prolongada aos mananciais hídricos. Continue lendo… 'Pequenas hidrelétricas ‘secam’ em Minas'»

 

 

Va a ser aleccionador para los habitantes de São Paulo vivir sin agua

10 razones que confirman calentamiento global: 5° Informe de Evaluación de Expertos en Cambio Climático

"Esto lo cambia todo: Capitalismo contra el Clima" de la periodista e investigadora canadiense Naomi Klein

 

Pequenas Centrais HIDRelétricas


 
Usina Hidrelétrica de Anil

Início de construção: 1957
Início de operação: 1964
Localização: Município de Santana do Jacaré (MG)
Comprimento da barragem: 116m
Altura máxima da barragem: 10m
Volume do reservatório: 0 078hm³
Unidades geradoras: 2
Potência instalada: 2,08MW



 

Usina Hidrelétrica de Cajuru

Início de operação: 1959
Localização: Município de Divinópolis (MG)
Comprimento da barragem: 345m
Altura máxima da barragem: 22m
Volume do reservatório: 192,7hm³
Unidades geradoras: 1
Potência instalada: 7,2MW



 
Usina Hidrelétrica de Gafanhoto

Início de construção: 1940
Início de operação: 1946
Localização: Município de Divinópolis (MG)
Comprimento da barragem: 135,7m
Altura máxima da barragem: 8m
Volume do reservatório: 4,32hm³
Unidades geradoras: 4
Potência instalada: 14MW


 
Usina Hidrelétrica de Jacutinga

Início de operação: 1949
Localização: Município de Jacutinga (MG)
Comprimento da barragem: 136m
Altura máxima da barragem: 8m
Unidades geradoras: 1
Potência instalada: 0,72MW


 
Usina Hidrelétrica de Joasal

Início de construção: 1944
Início de operação: 1950
Localização: Município de Juiz de Fora (MG)
Comprimento da barragem: 35m
Altura máxima da barragem: 4m
Volume do reservatório: 0,056hm³
Unidades geradoras: 5
Potência instalada: 8,4MW


 
Usina Hidrelétrica de Lages

Início de operação: 2005 (reativação)
Localização: Município de Coromandel (MG)
Comprimento da barragem: 50m
Altura máxima da barragem: 2,5m
Volume do reservatório: 75hm³
Unidades geradoras: 1
Potência instalada: 0,68MW


 
Usina Hidrelétrica Luiz Dias

Início de construção: 1911
Início de operação: 1914
Localização: Município de Itajubá (MG)
Comprimento da barragem: 43m
Altura máxima da barragem: 6m
Unidades geradoras: 2
Potência instalada: 1,62MW


 
Usina Hidrelétrica de Marmelos

Início de construção: 1889
Início de operação: 1915
Localização: Município de Juiz de Fora (MG)
Comprimento da barragem: 51m
Altura máxima da barragem: 8m
Volume do reservatório: 0,022hm³
Unidades geradoras: 5
Potência instalada: 4MW


 
Usina Hidrelétrica de Martins

Início de construção: 1941
Início de operação: 1946
Localização: Município de Uberlândia
Comprimento da barragem: 165m
Altura máxima da barragem: 9m
Volume do reservatório: 0,805hm³
Unidades geradoras: 4
Potência instalada: 7,7MW


 
Usina Hidrelétrica de Paciência

Início de operação: 1930
Localização: Município de Matias Barbosa (MG)
Comprimento da barragem: 55m
Altura máxima da barragem: 9m
Volume do reservatório: 0,356hm³
Unidades geradoras: 3
Potência instalada: 4,08MW


 
Usina Hidrelétrica de Pandeiros

Início de operação: 1958
Localização: Município de Januária (MG)
Comprimento da barragem:  180m
Altura máxima da barragem:  9m
Volume do reservatório:  0,338hm³
Unidades geradoras:  3
Potência instalada:  4,2MW


 
Usina Hidrelétrica de Paraúna

Início de construção: 1923
Início de operação: 1927
Localização: Município de Gouveia (MG)
Comprimento da barragem: 247,7m
Altura máxima da barragem: 11m
Volume do reservatório: 0,08hm³
Unidades geradoras: 3
Potência instalada: 4,28MW


 
Usina Hidrelétrica de Peti

Início de operação: 1946
Localização: Município de São Gonçalo do Rio Abaixo (MG)
Comprimento da barragem: 85m
Altura máxima da barragem: 46m
Volume do reservatório: 43,578hm³
Unidades geradoras: 2
Potência instalada: 9,4MW


 
Usina Hidrelétrica de Piau

Início de construção: 1949
Início de operação: 1955
Localização: Município de Piau (MG)
Comprimento da barragem: 95m
Altura máxima da barragem: 24m
Volume do reservatório: 1,13hm³
Unidades geradoras: 2
Potência instalada: 18,01MW


 
Usina Hidrelétrica do Pissarrão

Início de operação: 2001 (reativação)
Localização: Município de Araguari (MG)
Comprimento da barragem: 34,8m
Altura máxima da barragem: 3,1m
Volume do reservatório: 0,2hm³
Unidades geradoras: 2
Potência instalada: 0,8MW


 
Usina Hidrelétrica Poço Fundo

Início de construção: 1945
Início de operação: 1949
Localização: Município de Poço Fundo (MG)
Comprimento da barragem: 120m
Altura máxima da barragem: 6m
Volume do reservatório: 5,027hm³
Unidades geradoras: 3
Potência instalada: 9,16MW


 
Usina Hidrelétrica Rio de Pedras

Início de operação: 1907
Localização: Município de Itabirito (MG)
Comprimento da barragem: 122m
Altura máxima da barragem: 32m
Volume do reservatório: 6,04hm³
Unidades geradoras: 3
Potência instalada: 9,28MW


 
Usina Hidrelétrica Salto Morais

Início de operação: 1922
Localização: Município de Ituiutaba (MG)
Comprimento da barragem: 285m
Altura máxima da barragem: 8m
Unidades geradoras: 2
Potência instalada: 2,4hm³


Usina Hidrelétrica Santa Luzia

Início de operação: 2001 (reativação)
Localização: Município de Centralina (MG)
Comprimento da barragem: 150m
Altura máxima da barragem: 2m
Unidades geradoras: 1
Potência instalada: 0,7MW


Usina Hidrelétrica Santa Marta

Início de construção: 1939
Início de operação: 1944
Localização: Município de Grão-Mogol (MG)
Comprimento da barragem: 283,3m
Altura máxima da barragem: 12m
Unidades geradoras: 2
Potência instalada: 1MW


Usina Hidrelétrica São Bernardo

Início de operação: 1948
Localização: Municípios de Itajubá e Piranguçu (MG) 
Comprimento da barragem: 140m
Altura máxima da barragem: 6m
Volume do reservatório: 0,4hm³
Unidades geradoras: 3
Potência instalada: 6,82MW



Usina Hidrelétrica Tronqueiras

Início de construção: 1951
Início de operação: 1955
Localização: Município de Coroaci (MG)
Comprimento da barragem: 85m
Altura máxima da barragem: 20m
Volume do reservatório: 2,798hm³
Unidades geradoras: 3
Potência instalada: 8,4MW



Usina Hidrelétrica Xicão

Início de construção: 1939
Início de operação: 1942
Localização: Municípios de Campanha e São Gonçalo do Sapucaí (MG) 
Comprimento da barragem: 114m
Altura máxima da barragem: 20m
Volume do reservatório: 7,07hm³
Unidades geradoras: 2


Compartir este post

Repost0

Comentarios

Présenta

  • : cinabrio blog
  • : Ecología y sostenibilidad socioambiental, énfasis en conservación de ríos y ecosistemas, denuncia de impacto de megaproyectos. Todo esto es indesligable de la política y por ello esta también se observa. Ecology, social and environmental sustainability, emphasis on conservation of rivers and ecosystems, denounces impact of megaprojects. All this is inseparable from politics, for it, the politics is also evaluated.
  • Contacto

Perfil

  • Malcolm Allison H malcolm.mallison@gmail.com
  • Biólogo desde hace más de treinta años, desde la época en que aún los biólogos no eran empleados de los abogados ambientalistas. Actualmente preocupado …alarmado en realidad, por el LESIVO TRATADO DE(DES)INTEGRACIÓN ENERGÉTICA CON BRASIL
  • Biólogo desde hace más de treinta años, desde la época en que aún los biólogos no eran empleados de los abogados ambientalistas. Actualmente preocupado …alarmado en realidad, por el LESIVO TRATADO DE(DES)INTEGRACIÓN ENERGÉTICA CON BRASIL

Recherche

Liens